Cancun by nigth

Farra garantida à base de muita cucaracha no Pericos.

Depois de tanta aventura, a recompensa pode ser uma noitada nos restaurantes e bares de Cancún. Do Hard Rock Café ao Planet Hollywood, passando por discotecas como La Boom ou Christines. Mas a grande pedida está fora do circuito dos shoppings centers e do Boulevard Kukulcán. O melhor da noite é o “Pericos”, na parte velha de Cancún. O Pericos se auto-intitula um restaurante-bar com ambiente de festa. Genérico. Não dá para imaginar o que vão fazer você lá dentro. Briga de galo, mariachis que fazem careta quando você não está olhando e que colocam aqueles dois dedinhos atrás da sua cabeça se você pede para tirar uma foto com eles. E não vá se assustar se o garçon te largar na hora de te servir para dançar a Macarena. O jeitinho de servir os drinques é outro show à parte no México. Por exemplo, existem três maneiras de tomar um coquetel chamado de “cucaracha”. Uma delas é batendo o copo três vezes na mesa para depois engolir a bebida de uma só vez, enquanto ela está borbulhando. É aí que entra o garçon, que com uma toalha vai tapar seus olhos e chacoalhar sua cabeça para aumentar o efeito da bebida. É bárbaro. Outro jeito é acendendo uma chama na cucaracha e tomando com um canudinho, sempre de um só gole com fogo e tudo. No Brasil já estão imitando esses dois modos de servir. Por isso, os Pericos decidiram inovar. A cucaracha é servida em um funil enfiado em sua garganta. Achou pouco. Tente ir embora. Eles vão te oferecer coquetéis de graça só pra você ficar mais tempo. com